Entrada > Notícias > Projeto liderado pelo P.PORTO em Santiago do Chile

Projeto liderado pelo P.PORTO em Santiago do Chile

Presidência

LAPASSION é o maior projeto do Politécnico do Porto no programa Erasmus+ e envolve 14 parceiros de seis países


O projeto LAPASSION@Santiago, enquadrado no gigantesco projeto liderado pelo Politécnico do Porto, decorreu entre 2 de abril e 8 de junho, com o envolvimento de 36 estudantes internacionais, incluindo dois estudantes do Instituto Superior de Engenharia do Politécnico do Porto (ISEP) do Politécnico do Porto.

Este projeto de Capacity Building, designado de Latin-America Practices and Soft Skills for an Innovation Oriented Network (LAPASSION) do Programa Erasmus+, envolve mais 14 parceiros de Portugal, Espanha, Finlândia, Brasil, Chile e Uruguai. É o maior projeto do Politécnico do Porto no Erasmus+, com um financiamento de cerca de um milhão de euros, e visa o desenvolvimento de projetos multidisciplinares por parte de grupos de estudantes de vários graus académicos, áreas e países. O responsável pelo projeto é Carlos Ramos, professor do ISEP e investigador do GECAD (Grupo de Investigação em Sistemas Inteligentes em Engenharia e Computação para a Inovação e Desenvolvimento).

Durante dez semanas os estudantes foram divididos em seis grupos, orientados por equipas da Universidade Católica do Chile e da Duoc-UC (esta última parceira do P.PORTO na rede mundial de Design Factories), desenvolvendo projetos transversais, pluridisciplinares com o objetivo de responder ao desafio "Como melhorar as condições de vida dos idosos".

Ana Sofia Oliveira e Eduardo Vieira foram os dois estudantes portugueses nesta aventura no Chile. O grupo de Ana Sofia desenvolveu um projeto de ebooks para auxiliar idosos no uso da tecnologia enquanto que o grupo do Eduardo Vieira desenvolveu num sistema de realidade aumentada que incorpora as memórias de tempos passados de diversos lugares de Santiago.


Neste evento foram ainda desenvolvidos outras propostas, entre os quais um projeto de caminhadas inteligentes, com incorporação de um chip nas sapatilhas, um projeto de apoio ao uso de sinalética para lidar com desastres e situações de catástrofe, entre muitos outros, sempre com o objetivo de responder ao desafio e melhorar as condições de vida dos idosos.


Ao todo, o LAPASSION financia 84 mobilidades de estudantes, passando por três países. A próxima iniciativa decorre em Montevideu (Uruguai), seguindo-se cinco cidades do Brasil (Pelotas, Uberaba, Goiânia, São Luís do Maranhão e Manaus) antes de voltar novamente a Santiago do Chile.

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar