Entrada > Notícias > João Rocha tomou posse como Presidente do P.PORTO

João Rocha tomou posse como Presidente do P.PORTO

Presidência

A tomada de posse do quarto presidente do Politécnico do Porto foi também o momento de conhecer os vice-presidentes empossados.


Realizou-se ontem, 4 de abril, a tomada de posse do Presidente do Politécnico do Porto, João Manuel Simões Rocha, que sucede, deste modo, a Rosário Gambôa. A cerimónia teve lugar no Auditório Magno do ISEP, na presença de vários convidados, entidades académicas, civis e diplomáticas. Após a formalização da tomada de posse foram conhecidos e empossados para o cargo de vice-presidentes Barros de Oliveira (Instituto Superior de Engenharia), Cristina Pinto da Silva (Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto), Henrique Curado (Escola Superior de Saúde) e Rui Ferreira (Escola Superior de Educação).

Na qualidade de Presidente do Conselho Geral, Marques dos Santos inaugurou a cerimónia sublinhando o papel colaborante desta entidade para com a nova presidência, "cuja tarefa será seguramente difícil mas também desafiante".

Na sua última intervenção, Rosário Gambôa destacou o Politécnico do Porto como uma instituição de elevada capacidade de renovação, construção e esperança. "Hoje falamos de futuro pois um novo ciclo inicia-se", enfatizando como o "património construído durante estes 33 anos são por si só um alicerce sólido, que permite responder e questionar o futuro".

O Presidente eleito, naquele que viria a ser o seu primeiro discurso oficial, enfatizou como linha programática o acrónimo IDEIA – Inovação, Diversidade, Empreendedorismo, Inclusividade e Abertura para uma instituição que se deseja um espaço de liberdade, conhecimento, transparência e responsabilidade. Estes princípios programáticos articulam-se com âmbitos de intervenção prioritários, já apresentados e sufragados em Conselho Geral, a saber: o ensino e aprendizagem, as pessoas, a investigação, a internacionalização, a gestão, a promoção institucional e a comunidade externa.

Sob a égide de "um Politécnico melhor para o mundo", João Rocha destacou o compromisso crucial entre ensino superior e sociedade civil, em que as diferentes valências e áreas de atuação do Politécnico representem um efetivo contributo para a sociedade, seja na educação, investigação, prestação de serviços ou transferência de conhecimento. É dever e responsabilidade da instituição "ser capaz de inovar e antecipar os desafios", destacando como exigência uma gestão eficiente, partilhada e escrutinável, que potencie as capacidades e competências de cada um dos seus agentes.

É uma linha estratégica "orientada para uma externalização da instituição", em que o P.PORTO quer dar a conhecer as suas valências, revelar-se e contribuir de forma assertiva para o contexto nacional e internacional.

Recorde-se que João Rocha foi Presidente do Instituto Superior de Engenharia durante uma década e será agora o quarto presidente para o quadriénio 2018–2022, sucedendo a Luís Soares, Victor Santos e Rosário Gambôa. A tomada de posse para o cargo máximo da Instituição surge na sequência da reunião de Conselho Geral de 19 de janeiro, em que se procedeu à eleição por maioria absoluta, e à sua homologação por despacho da Tutela, tal como prevista na Lei, nos Estatutos do Politécnico do Porto e respetivo Regulamento Eleitoral.

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar