Entrada > Notícias > Docente da ESE evoca o "Porto de Resende"

Docente da ESE evoca o "Porto de Resende"

ESE

Carla Ribeiro, professora na ESE, a escola de Educação do Politécnico do Porto, apresenta no dia 9 de novembro uma conferência no âmbito do centenário do nascimento de Júlio Resende


Carla Ribeiro, professora da Escola Superior de Educação do Politécnico do Porto, apresenta dia 9 de novembro, no Palacete dos Viscondes de Balsemão, uma conferência integrada no âmbito das comemorações do centenário do nascimento de Júlio Resende, subordinada ao tema A Delegação do Secretariado Nacional de Informação do Porto.

O Ciclo de Conferências "O Porto de Resende - os Tempos que Eram", aborda historicamente o período de entre guerras e as grandes mudanças ocorridas em Portugal durante este período, com particular enfoque na cidade do Porto, cidade natal do pintor Júlio Resende.

Este ciclo é o culminar de um ano pleno de eventos dedicados à vida e obra do pintor português. A iniciativa, o Lugar do Desenho promoveu diferentes exposições paralelas ao acervo presente na Fundação Júlio Resende, tais como uma fotobiografia do mestre, uma exposição dos trabalhos realizados no Louvre na década de 40, designada "Vivências de Paris" e uma "Plataforma Virtual Interactiva-Pintar com Resende", da artista Diana Costa.

Também na Póvoa do Varzim, cidade onde o pintor lecionou durante a década de 50, esteve patente, durante o mês de agosto, no Museu Municipal de Etnografia e História, a exposição “Resende na Póvoa de Varzim – Desenhos dos Anos 50”.  

A sala de exposições temporárias da Fundação, apresentou a exposição “Uns Dyas entre Nós – Desenhos Humorísticos de Júlio Resende” celebrando uma faceta peculiar do artista, através de desenhos de circunstância, de natureza humorística, datados de 1979 a 2000. “Realizados, na sua maioria, a esferográfica, estes desenhos de pequena dimensão evocam o registo direto de instantes que o artista viveu, descontraidamente, como um viajante em férias que apura a sua observação e aguça a sua predisposição para olhar os episódios em volta com um sentido de humor contagiante. Umas vezes subtil e complacente, outras vezes crítico, sempre arguto, Resende dá-nos um retrato perspicaz da espécie humana nas situações ora caricatas, ora ridículas e anedóticas em que todos nos descobrimos num ou noutro momento da nossa existência”, pode ler-se na página da Fundação.

No dia 7 de dezembro realiza-se a última conferência, subordinada ao tema O Porto da Primeira República à Ditadura.

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar