Entrada > Notícias > Contributo dos Politécnicos para o Desenvolvimento do País

Contributo dos Politécnicos para o Desenvolvimento do País

Presidência

Este seminário decorre no dia 22 de novembro, em Lisboa.


A ocasião dos 40 anos da Constituição da República Portuguesa é um momento propício a equacionar o futuro da democracia e do quadro legal em que Portugal se move. E neste ano passam também 30 anos da aprovação da Lei de Bases do Sistema Educativo.

O aumento da frequência do ensino superior e, em particular, do doutoramento, esta igualmente associado ao alargamento do mercado de trabalho dos detentores deste grau que hoje abrange mais do que a academia. A par desta evolução, as instituições politécnicas de países europeus, universities of applied sciences como muitas vezes são designadas em inglês, têm vindo a poder outorgar o doutoramento ou mesmo evoluir para universidades.

Os politécnicos portugueses, que reforçaram a qualificação do seu corpo docente a nível de doutoramento, apostaram na investigação e desenvolvimento e na prestação de serviços qualificados, bem como promoveram a internacionalização, estão limitados pela atual moldura legal.

Conscientes desta realidade, os Presidentes dos Conselhos Gerais dos Institutos Politécnicos aprovaram uma posição defendendo a atribuição às instituições politécnicas da competência legal para a outorga do grau de doutor, uma vez verificadas pela agência reguladora (A3ES) as condições científicas e pedagógicas previstas na lei, bem como a adoção, em documentos oficiais em língua inglesa, de uma designação utilizada pela EURASHE, como é university of applied sciences.

O presente seminário visa revisitar o contributo dos politécnicos para o desenvolvimento do país — passado, atual e futuro —, através do contributo de estudos recentes e de intervenientes e parceiros qualificados.


PROGRAMA

15h Abertura
S. Exª o Presidente da República
Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior *
Representante dos Presidentes dos Conselhos Gerais: Pedro Lourtie

15h40 Carla Sá
Tendências no sistema binário português: Sobreposições na oferta de universidades e institutos politécnicos

16h Hugo Figueiredo
O Sistema de Ensino Superior Português à Entrada da Idade Adulta: Diversidade ou Hierarquização?

16h20 Pausa Café

16h40 Mesa Redonda: Desenvolvimento dos politécnicos
Eduardo Marçal Grilo, ex-ministro da Educação
Joaquim Morão, ex-autarca de Castelo Branco
Jorge Santos, empresário, presidente do NERLEI
João Duarte Silva, membro do Conselho de Administração da A3ES
Moderadora: Manuela de Melo, Representante dos Presidentes dos Conselhos Gerais

Debate

18h30 Encerramento
Primeiro-ministro *
Daniel Proença de Carvalho, Representante dos Presidentes dos Conselhos Gerais

* a confirmar

Autor

miguel.carvalho@sc.ipp.pt

Partilhar