Entrada > Notícias > Tomada de Posse da Presidência da ESTG

Tomada de Posse da Presidência da ESTG

ESTG

Dorabela Gamboa foi eleita para segundo mandato como Presidente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto


"É com grande convicção que assumo, com a minha equipa, esta árdua, mas desafiante tarefa de mais quatro anos a contribuir para o desenvolvimento da ESTG" - declara a Presidente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão, Dorabela Gamboa, eleita para mais um quadriénio à frente do executivo da escola.

A Tomada de Posse decorreu no dia 16 de julho, no Auditório Luís Soares, na presença do Presidente do Politécnico do Porto, João Rocha, Presidentes das Unidades Orgânicas, as autarquias da região assim como vários representantes da comunidade docente e discente.

A recém-eleita presidente evoca o trabalho desenvolvido nos últimos quatro anos, concretizados nos elevados índices de atratividade da Escola, no sucesso dos seus licenciados, na oferta formativa atual e de elevada qualidade, no incremento da atividade investigativa e sobretudo na ligação estabelecida com a comunidade e o tecido empresarial da região. "A nossa implantação na região do Tâmega e Sousa, o nosso contributo para o seu desenvolvimento socio-económico é algo de concreto e palpável, e que muito nos orgulhamos." 

Sob o lema "vamos levar mais longe a ESTG”, e acompanhada por parte da anterior equipa, a vice-presidente Carla Pereira e a Administradora, Catarina Martins, Dorabela Gamboa refere a necessidade de dar um passo determinante na internacionalização institucional. "Estamos preparados para crescer mais e a internacionalização surge como uma nova área de intervenção prioritária.

João Rocha, Presidente do Politécnico do Porto, elogia o trabalho desenvolvido até à data, que elevou o papel da escola a pivot no desenvolvimento da região: "Sendo deslocada do núcleo central da região norte, esta escola assume um papel crucial de intervenção e desenvolvimento na região em que se insere - sublinha, referindo como o Tâmega e Sousa surge como  uma das poucas regiões do país onde se assiste a um rejuvenescimento populacional, patente no próprio tecido empresarial.

O Presidente declarou ainda o compromisso firme de concretizar "neste mandato, em tempo útil e com capacidade financeira assegurada um plano de intervenções a efetuar no edificado da escola".

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar