Entrada > Notícias > P.PORTO apoia com sucesso startup em financiamento por capital de risco

P.PORTO apoia com sucesso startup em financiamento por capital de risco

Presidência

A unidade Startup Porto do Politécnico do Porto apoiou a Flowco na captação de primeira ronda de financiamento de capital de risco


A Flowco é um centro de competências para o ecodesign, que privilegia a reciclagem de materiais na criação de produtos que ajudam a consciencializar sobre o quão importante é reduzir a nossa pegada ecológica. Na sequência do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido em conjunto, entre a Startup Porto e a Flowco, foi apresentada uma candidatura à iniciativa INNOV-ID, lançada pela Portugal Ventures.

Esta iniciativa propôs-se financiar, através de capital de risco, projetos de âmbito científico e tecnológico, na fase pre-seed, com tecnologia desenvolvida, mas que estivessem ainda em fase de protótipo, prova de conceito ou em validação de product-market-fit, uma vez que a call INNOV-ID tinha o propósito específico de apoiar as startups e os empreendedores a ultrapassar as dificuldades sentidas pela pandemia, a sua dinamização contou com um esforço conjunto da sua rede de parceiros de ignição, à qual o P.PORTO pertence.

Em menos de dois meses foram recebidas 117 candidaturas, mobilizando mais de 36 parceiros de ignição, com projetos distribuídos pelos vários setores de atividade, oriundos de todo o país, incluindo as ilhas, criados por empreendedores portugueses e estrangeiros.

Neste contexto, foi preparado um plano de negócios para o desenvolvimento e exploração do projeto Goma by Flowco - uma marca de revestimentos decorativos. O produto em questão distingue-se de outros produtos do mercado pelo uso de materiais compósitos feitos a partir de resíduos industriais, sejam eles borracha, plástico, madeira ou papel, e que têm uma nova linguagem de texturas e cores únicas que tornam muito mais atrativos os espaços interiores de casas, empresas e espaços comerciais.

O objetivo passa não só por recuperar estes resíduos, mas também por mantê-los infinitamente neste ciclo em regime de economia circular. Assim que os produtos chegarem ao fim do ciclo de vida serão novamente transformados em novos produtos. Em simultâneo, pretende-se ainda reduzir a pegada de carbono através de uma produção que utilize menos energia e de forma mais eficiente.

Após uma análise e avaliação do plano de negócios e de uma apresentação ao Conselho de Administração da Portugal Venture, o projeto Goma by Flowco foi um dos selecionados para a realização do investimento, operação que se concretizou no final de 2020.

A Startup Porto continuará a trabalhar diretamente com a Flowco, desenvolvendo ações de mentoria e aconselhamento estratégico e técnico, com o intuito de dotar este projeto com as condições para que se possa desenvolver e ocupar o seu lugar no quadro das empresas promotoras da economia circular.

Autor

GCDI | P.PORTO

Partilhar