Entrada > Notícias > O Ensino Superior em debate

O Ensino Superior em debate

Presidência

O ciclo de conferências "Diálogo de Futuro com o Ensino Superior" é uma iniciativa do Conselho Geral do P.PORTO, em parceria com o Jornal de Notícias


Realizou-se ontem, dia 21 de novembro, a primeira sessão pública do Ciclo de Conferências "Diálogo de Futuro com o Ensino Superior" que visa desafiar a debate um conjunto de personalidades de reconhecido mérito nas mais diversas áreas, cujas reflexões possam apoiar o desenvolvimento estratégico do Ensino Superior.

O Presidente da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior, António Fontainhas, orador convidado, alertou para a necessidade de apostar nas "vias profissionalizantes", e na criação de estratégias de ligação entre o ensino superior e escolas profissionais. Estas questões 
articularam-se com o assunto atualmente em debate no Parlamento: se os politécnicos possuem as condições necessárias, por que não permitir que ministrem doutoramentos?

O tema esteve em discussão no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP), no primeiro debate do ciclo "Diálogo de Futuro com o Ensino Superior". Além de António Fontainhas, a iniciativa contou com a participação do Presidente do Politécnico do Porto, Paulo Pereira, e do Presidente do Conselho Geral do Politécnico do Porto, Francisco Assis. Este último, também Presidente do Conselho Económico e Social, aprovou recentemente um parecer sobre o enquadramento legal do Ensino Superior Politécnico reconhecendo que há um "preconceito gravíssimo das universidades" face às exigências dos politécnicos.



Para o Presidente do Conselho Geral, promotor desta iniciativa, a possibilidade de os politécnicos ministrarem doutoramentos e de alterarem a sua designação é "o assunto da ordem do dia", evidenciando que "não existe divergências de fundo". "Se a posição dominante é claramente favorável" - acrescenta - "esta deve obedecer a parâmetros de qualidade mas também de singularidade, decorrente da própria natureza das instituições politécnicas".

Recordamos que estas questões foram o cerne do debate, realizado no passado dia 15, na Presidência do Politécnico do Porto, em que vários deputados do PS, eleitos pelo círculo do Porto, assumiram o seu apoio à iniciativa dos politécnicos outorgarem doutoramentos.

O debate continua.


Autor

GCI | P.PORTO

Partilhar