Entrada > Notícias > Industrialização: A Alavanca para a Economia Global

Industrialização: A Alavanca para a Economia Global

ESTG

O encontro teve como objetivo apresentar um conjunto de informações económicas de forma a ajudar os empreendedores a aceder aos instrumentos de apoio.


Decorreu, no passado dia 19 de abril, na Casa das Artes de Felgueiras, o evento Industrialização: A Alavanca para a Economia Global no âmbito do projeto Novo Rumo a Norte. Foi dinamizado pelo Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, parceiro da Associação Empresarial de Portugal na operacionalização do projeto nesta sub-região.

O projeto Novo Rumo a Norte resulta da apresentação de candidatura ao novo programa operacional regional do Norte, pela Associação Empresarial de Portugal. O propósito é construir uma rede colaborativa com outras 40 associações em prol da competitividade das PME da região e da coesão territorial.

O encontro teve como objetivo apresentar e clarificar um conjunto de informações económicas de forma a ajudar os empreendedores, as micro, pequenas e médias empresas a acederem aos diferentes instrumentos de apoio disponíveis até 2020, no quadro do atual ciclo de fundos da União Europeia.

Dorabela Gamboa, Presidente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras — única  instituição de ensino superior público da região — moderou o painel A industrialização das PME: incentivos e testemunhos, mostrando a disponibilidade da Escola e do seu Centro de Investigação em Ciências Empresariais e Sistemas de Informação, para colaborar com as Pequenas e Médias Empresas na desafiante tarefa do desenvolvimento das tecnologias-chave para a industrialização e a otimização dos seus processos.

O painel sublinhou a importância de se trabalhar a informação económica, e de se rentabilizar de forma mais eficaz, os mais diversificados instrumentos de apoio disponíveis até 2020. Este painel contou com oradores como, Maria do Céu Filipe, Coordenadora do projeto Enterprise Europe Network, Gisélia Ribeiro, representante do banco BIC e Marques da Silva, Administrador da Strategy XXI. Nesse mesmo painel foram dados os testemunhos de Jaime Vieira dos Santos, Presidente da Comunidade Portuária de Leixões, António Sousa Correia, Presidente do Colégio de Engenharia de Materiais da Ordem dos Engenheiros e Alberto Meireles, Administrador da Atlanta – Componentes para Calçado Lda.

Autor

miguel.carvalho@sc.ipp.pt

Partilhar