Entrada > Notícias > GILT impulsiona criação de associação europeia direcionada para o ensino das TIC

GILT impulsiona criação de associação europeia direcionada para o ensino das TIC

ISEP

O Games, Interaction and Learning Technologies é um dos grupos de investigação do Instituto Superior de Engenharia do Porto.


O Games, Interaction and Learning Technologies (GILT), grupo de investigação do Instituto Superior de Engenharia do Porto, tem focado atenções no desenvolvimento de estudos e projetos que contribuam para um melhor conhecimento e implementação das Tecnologias de Informação e Comunicação na educação e aprendizagem. Importa, assim, destacar a associação europeia ICTWays, que surge como resultado direto e continuação do projeto/rede homónimo, cujos papéis de coordenação e gestão estiveram a cargo do GILT.

A associação está em vigor desde dezembro de 2015 — data oficial do término do projeto —, visando guiar-se por muitos dos pressupostos que inspiraram o ICTWays. Neste sentido, integra alguns dos principais objetivos que nortearam o projeto supramencionado.

“ICTWays é uma rede que nasceu da necessidade de se pôr em contato uma série de profissionais [professores], particularmente, do Ensino Secundário, mas também das áreas das tecnologias [Matemática e Ciências]. O foco desta rede era a aplicação das tecnologias de informação e comunicação no ensino das Ciências”, recorda o investigador do GILT, Carlos Vaz de Carvalho. Desta forma, a rede ICTWays veio “colmatar uma lacuna, que era o facto de muitos professores verem-se confrontados com a necessidade de utilizar tecnologias e não se sentirem confortáveis com isso”, explica. Com a plataforma criada, a qual integra um conjunto de cerca de cinco mil usuários, os docentes passaram a ter acesso a blogues e fóruns onde podem trocar ideias com profissionais da área das tecnologias.

No entanto, estas atividades não se ficaram por aqui. A associação continuará a apostar nestas funcionalidades, mas também a assegurar a organização de eventos como, por exemplo, workshops intensivos de formação e ainda a conferência anual de todos os participantes envolvidos. A título de registo, durante o desenvolvimento da ICTWays realizaram-se vários eventos, nomeadamente em Portugal, Espanha, Itália e Turquia, onde os professores eram convidados a participar e a ficar a par das novidades das TIC educativas e das melhores formas de as implementar nas salas de aula. “Acima de tudo, pretendemos que os docentes percebam, em particular, que a tecnologia no ensino não só ajuda, mas também promove o sucesso de aprendizagem. Com o ICTWays, os números atingidos foram, de facto, superiores ao esperado”, acrescenta Carlos Vaz de Carvalho.

Além da criação da associação europeia que vai sustentar a comunidade de prática, que apoia as Pós-Graduações disponíveis na oferta formativa do Instituto Superior de Engenharia do Porto: Pós-Graduação em Informática na Educação e Pós-Graduação em Tecnologias de Apoio à Educação. Assim, os objetivos que guiaram o ICTWays foram cumpridos na plenitude, sendo o “feedback recebido positivo”, salienta o investigador responsável do projeto.

A rede ICT Ways beneficiou de financiamento da União Europeia (UE), tendo contado com a participação de vários parceiros externos, nomeadamente: Universidade Portucalense Infante D. Henrique, Portugal; Tenelia e Universidad de Vigo, Espanha; University of Applied Sciences, Lituânia; Accord International, República Checa; Cordia, Eslováquia; Fondazione Ikaros e Provincia di Parma, Itália; Atakoy Cumhuriyet Amadelu Lisesi (Turquia).

Autor

miguel.carvalho@sc.ipp.pt

Partilhar