Entrada > Notícias > Estudante do P.PORTO vence o Prémio Impacto da VII Edição Academia GRACE

Estudante do P.PORTO vence o Prémio Impacto da VII Edição Academia GRACE

ESTG

Estudante da ESTG, escola de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto, viu o seu projeto +BioPlásticos vencer este importante prémio


Vera Freitas, estudante do Mestrado em Gestão de Projetos da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Politécnico Porto (P.PORTO), venceu o Prémio Impacto da VII Edição Academia GRACE, com o projeto +Bioplásticos – Transformamos os seus desperdícios alimentares em valor, cuja sessão de entrega de prémios decorreu no dia 23 de junho de 2021.

A VII Edição Academia GRACE 2020-2021 abordou o tema “A Agenda 2030 – O desafio de build back better”. Depois dos recentes desafios colocados pela covid-19 e do seu impacto profundo, a nível individual, social e económico, torna-se imperativo reconstruir de forma diferente. O concurso desafiou os estudantes do ensino superior a apresentarem uma proposta, em formato de projeto, de como as organizações podem fazer diferente e melhor no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

A avaliação dos projetos foi efetuada por um júri constituído por Ângela Noiva (Subdiretora Geral do Ensino Superior), Luís Amado (Diretor do B Lab Portugal), Filipa Saldanha (Subdiretora do Programa de Desenvolvimento Sustentável da Fundação Gulbenkian), Pedro Frazão (Membro da Direção do GRACE, em representação do Grupo Sousa) e Ludovic Reysset (Membro da Direção do GRACE, em representação da Danone). Estiveram a concurso 88 trabalhos, envolvendo um total de 341 estudantes e oito instituições académicas. Foram atribuídos quatro prémios: Prémio Ideia, Prémio Ação, Prémio Impacto e Prémio Academia GRACE.

O projeto +Bioplásticos, sob a orientação da professora Vanda Lima, propõe uma solução baseada num modelo de economia circular, que engloba a recolha e tratamento de subprodutos agrícolas e resíduos alimentares orgânicos para a produção de biopolímeros PHAs, utilizados na produção de bioplásticos.

A +Bioplásticos pretende reduzir as pressões sobre o meio ambiente, atingir metas ambientais da União Europeia, proporcionar maior segurança de abastecimento de matérias-primas para a produção de bioplásticos, impulsionar a inovação, desencadear a mudança para uma economia biocircular, aumentar a competitividade, o crescimento e os empregos.

Autor

GCDI | P.PORTO

Partilhar