Entrada > Notícias > ESTG celebrou 23.º aniversário

ESTG celebrou 23.º aniversário

ESTG

A sessão comemorativa decorreu, em Felgueiras, no dia 18 de novembro, numa cerimónia que juntou as comunidades académica e externa


Luís Lima, Presidente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Politécnico do Porto (P.PORTO), foi o anfitrião e começou a sessão comemorativa do 23.º aniversário da ESTG por agradecer a presença de todos os que se associaram às comemorações, afirmando que a presença do Presidente da CCDR- Norte, António Cunha, “eleva e amplia a responsabilidade que sentimos com o Tâmega e Sousa”. Num discurso centrado nas pessoas e para as pessoas, Luís Lima agradeceu o “esforço e dedicação que todos colocam e colocaram ao serviço da Escola, desde a sua génese”.

Várias foram as entidades da sociedade presentes na cerimónia, como os deputados António Lopes Faria, Hugo Carvalho e Márcia Passos; a secretária da Mesa da Assembleia Municipal de Felgueiras, Margarida Sousa; Vice-Presidentes e Vereadores das Câmaras Municipais da região do Tâmega e Sousa, e do Município de Paredes; o primeiro secretário da CIM-Tâmega e Sousa, Telmo Pinto; Vice-Presidentes e Pró-Presidentes do Politécnico do Porto; Presidentes e Vice-Presidentes dos Órgãos de Gestão das oito Escolas do P.PORTO; presidentes dos institutos e associações empresariais locais; representantes da Santa Casa da Misericórdia de Felgueiras e de várias ordens profissionais; representantes da sociedade civil; entre muitos outros.

Hugo Leal, Presidente da Associação de Estudantes da ESTG, deixou os parabéns à Escola e mostrou-se grato a Luís Lima, afirmando que a comunidade estudantil está “contente com o dinamismo estabelecido com os estudantes e com a escola”. Hugo Leal, numa palavra dirigida ao Presidente da CCDR-Norte, lembrou as necessidades dos estudantes em termos de mobilidade nesta região.



O Presidente da Câmara Municipal de Felgueiras, Nuno Fonseca, frisou mais uma vez o compromisso da autarquia com a Escola. O edil deixou uma preocupação com a preparação do futuro e da fixação de mão de obra na região e vê na ESTG uma estrutura importantíssima neste sentido. Nuno Fonseca exaltou ainda o plano de ferroviária com as ligações do Porto a Felgueiras, através dos vários projetos em aberto.

Para Paulo Pereira, Presidente do P.PORTO, “a ESTG é um exemplo elucidativo daquilo que uma unidade orgânica deve ser enquanto impulsionador permanente do diálogo entre o mundo empresarial, o do trabalho e o das tecnologias, bem com na prossecução do trabalho do Politécnico do Porto” e assegurou estar “programada a concessão de três salas para atividades de valorização e transferência de tecnologia, salas de aula e uma residência de estudantes com o financiamento que provêm de programas como o Norte 2020 e o PRR”, além de financiamento próprio.

António Cunha, Presidente da CCDR-Norte, sublinhou que os indicadores apresentados pelo Presidente da ESTG e pelo Presidente do P.PORTO “só podem orgulhar a Comunidade”, identificando a relação de proximidade entre a ESTG, o município de Felgueiras e os restantes municípios da região envolvente, associações empresariais e comunidade académica.

Autor

GCI | P.PORTO

Partilhar