Entrada > Notícias > Empresas de mobiliário procuram os diplomados em Tecnologias da Madeira

Empresas de mobiliário procuram os diplomados em Tecnologias da Madeira

ESTG

No passado dia 6 de maio, no CFPIMM, decorreu uma palestra com a apresentação da Licenciatura em Tecnologias da Madeira.


No passado dia 6 de maio, no Centro De Formação Profissional Das Indústrias Da Madeira e Mobiliário (CFPIMM), decorreu uma palestra destinada aos estudantes deste Centro de Formação com a apresentação da Licenciatura em Tecnologias da Madeira. Presentes estiveram a Vereadora da Câmara Municipal de Paredes, Hermínia Moreira, o empresário Adriano Campos e o docente Jorge Martins da Licenciatura em Tecnologias da Madeira.

O principal objetivo da apresentação é que os alunos do município tomem a decisão de forma informada, pois é uma decisão que irá contribuir para o seu sucesso enquanto profissionais, e enquanto residentes de Paredes a plateia pode usufruir de algumas vantagens, que foram dadas a conhecer pela Vereadora da Educação e pelo professor Jorge Martins.

O Município de Paredes tem parceria com o Politécnico do Porto, através da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras, no funcionamento desta licenciatura, financiando o valor da propina aos estudantes que sejam residentes no concelho e que ingressem neste ciclo de estudos. Propina paga pelo município como incentivo à formação destes profissionais, segundo Hermínia Moreira. A vereadora está convicta que a empregabilidade para os diplomados é garantida, pois surgem por parte dos empresários pedidos ao município que expressam a sua necessidade em receber recursos humanos com formação superior para o setor da madeira e do mobiliário que façam a ligação entre os empresários e a produção, tal como se traduz no perfil dos licenciados em Tecnologias da Madeira.

A licenciatura dá também grande importância à entrada no mercado de trabalho, dessa forma no plano de curso está inerente um estágio curricular e é proporcionado aos alunos uma visita a uma feira internacional profissional do setor mobiliário, com o apoio da CM de Paredes, o que ajuda os alunos a estabelecer contactos profissionais. Hermínia Moreira frisou ainda que Paredes é líder no setor mobiliário que é cada vez mais global estando presente já em 65 países.

Foi no contexto das empresas do setor mobiliário que se seguiu a intervenção Adriano Campos, diretor administrativo da CMcadeiras, que reforçou a necessidade das indústrias em recrutar profissionais de Tecnologias da Madeira. Afirmou que é importante haver profissionais com formação na área, pois só estes serão capazes de aceitar o desafiante e aliciante desafio de impulsionar as empresas a singrarem cada vez mais no mercado de trabalho nacional e internacional. O empresário estava certo que a formação ajuda a aumentar a competitividade pessoal mas também a da região em que estão inseridos. Ressaltou o facto de na maior feira do setor do mobiliário em Milão, estarem 39 empresas portuguesas e estas serem consideradas pelos visitantes as melhores do mundo em termos de inovação e qualidade.

Por fim, o professor Jorge Martins, docente, afirmou que a licenciatura é a primeira ferramenta que se dá aos jovens para depois se desenvolverem como profissionais nas empresas e que este é o curso que está mais próximo das necessidades primárias de indústria predominante naquele concelho.

Autor

miguel.carvalho@sc.ipp.pt

Partilhar