Entrada > Notícias > CISTER envolvido em megaprojeto para a digitalização da indústria europeia

CISTER envolvido em megaprojeto para a digitalização da indústria europeia

ISEP

O projeto decorrerá até abril de 2020, com revisão final agendada para junho de 2020.


O Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), através do seu grupo de I&D CISTER (Centro de Investigação em Sistemas Computacionais Embebidos e de Tempo-Real), está envolvido no Productive 4.0, o maior projeto de investigação europeu até à data. No total, 104 entidades (centros de investigação, Instituições de Ensino Superior e empresas), integram o consórcio, que é liderado pela Infineon, com um orçamento previsto de 114 milhões de euros.

O Productive 4.0 foi oficialmente lançado, em maio 2017, em Dresden, na Alemanha. O principal objetivo deste megaprojeto é avançar com o processo da digitalização da indústria europeia, explorando tecnologias como a Internet Industrial das Coisas, a computação na cloud, e a big data. De acordo com as diretivas da Comissão Europeia, a digitalização da indústria europeia pode não só proporcionar benefícios em termos de eficiência no design, na produção de produtos e na gestão dos processos industriais, como também abrir novos horizontes na criação de produtos e serviços inovadores.

Este projeto revela-se único devido à sua abordagem inovadora com foco em três pilares principais: automação digital, cadeia logística de fornecedores e gestão do ciclo de vida do produto, os quais interagem e influenciam-se mutuamente. Deste modo, insere-se aqui um novo conceito de soluções de rede e automação integradas, com capacidade de aumentar a transparência dos dados, a sua consistência e, consequentemente, a eficiência geral.

Como consequência das suas características e dimensões, o Productive 4.0 foi escolhido pela Comissão Europeia como iniciativa farol, uma vez que se baseia em necessidades de mercado devidamente identificadas, e estruturadas com soluções de impacto a longo prazo, suscetíveis de serem aplicadas nos mais variados países europeus. O CISTER vai dar continuidade aos trabalhos anteriores desenvolvidos no âmbito de uma framework inserida no já concluído projeto Arrowhead. Esta framework cria uma arquitetura orientada aos serviços que serve de pedra angular para todas as comunicações entre dispositivos industriais nos ambiente de fabrico do futuro.

Neste contexto, e alinhado com os esforços anteriores, o centro de I&D do ISEP vai dedicar-se à conceção de soluções para garantias de qualidade de serviço no seio da Internet Industrial das Coisas. O Productive 4.0 integra um conjunto coeso de empresas europeias de renome como, por exemplo a Volvo, Ericsson, Thales, Bosch, Airbus, Phillips, STMicoelectronics, BMW, entre muitas outras.

Autor

miguel.carvalho@sc.ipp.pt

Partilhar