Entrada > Notícias > Atentado no Mali vitima militar antigo estudante do ISEP

Atentado no Mali vitima militar antigo estudante do ISEP

ISEP

Gil Paiva Benido deixa duas filhas menores, pelo que o ISEP e o Politécnico do Porto não poderiam deixar de lamentar profundamente toda a situação.


Um ataque terrorista perpetrado num centro turístico perto de Bamaco, capital do Mali, vitimou mortalmente o militar e antigo estudante do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), Gil Paiva Benido. O sargento-ajudante, natural de Valongo, integrava o contingente português na Missão de Treino da União Europeia naquele país africano.

Segundo uma nota do Exército, citada pela comunicação social, o militar morreu "devido a confrontos ocorridos na sequência de um ataque de elementos rebeldes" ao Hotel Le Campement Kangaba "que provocou outras baixas entre elementos de outros contingentes". Para além da vítima mortal, outro militar português ficou ferido, mas felizmente sem gravidade e já se encontra recuperado.

Gil Paiva Benido, 42 anos, concluiu a Licenciatura em Engenharia Química (LEQ) pelo ISEP no ano letivo 2015/2016. "O Gil era um estudante especial, que trabalhava enquanto estudava, pelo que tinha uma enorme capacidade de trabalho e é uma séria perda para todos aqueles que o conheceram, mas, sobretudo, para a família. Foi com muita tristeza que recebemos esta notícia", lamenta Paulo Silva, docente do ISEP e diretor da LEQ.

O militar e alumni do P.PORTO estava no Mali desde meados de maio, integrado numa missão que deveria terminar em novembro deste ano. O contingente português neste Estado africano, mergulhado numa grave e violenta crise, perfazia um total de dez elementos.

Gil Paiva Benido deixa duas filhas menores, pelo que o ISEP e o Politécnico do Porto não poderiam deixar de lamentar profundamente toda a situação, endereçando, desta forma, as suas sentidas condolências a todos os antigos colegas, amigos e familiares.

Autor

miguel.carvalho@sc.ipp.pt

Partilhar