Entrada > Notícias > Solistas da Orquestra Clássica do P.PORTO na Bienal do Granito

Solistas da Orquestra Clássica do P.PORTO na Bienal do Granito

ESMAE

O concerto, que resulta de uma parceria entre CM de Mondim de Basto e a ESMAE, escola de Artes do P.PORTO, acontece dia 14, às 22h, nos Paços do Concelho


Os solistas da Orquestra Clássica do Politécnico do Porto (OCPP) apresentam-se no próximo sábado, dia 14 de setembro, em Mondim de Basto no âmbito da 1.ª Bienal do Granito, numa parceria entre a autarquia local e a Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE) do Politécnico do Porto.

Os cinco elementos da OCPP que estarão em Mondim de Basto com a designação Solistas da Orquestra Clássica do Politécnico do Porto, são Telma Mota (oboé), Francisca Tomás (clarinete), Gonçalo Melo (violino), Rita Carreiras (viola d’arco) e Daniel Aires (contrabaixo). Irão interpretar três obras de jovens compositores nacionais que resultam de uma encomenda da bienal à ESMAE: Pensamentos do tu (2019), de Diogo Novo Carvalho, High Pressure (2019), de João F. Ferreira, e Fantasia, da ópera O Mestre Assassinado (2019), de Miguel Resende Bastos.

Recorde-se que a OCPP é uma estrutura musical performativa, de cariz semiprofissional, criada e apoiada pela presidência do Politécnico do Porto. Tem como objetivo fundamental proporcionar aos estudantes e alumni uma estrutura musical orquestral que lhes permita desenvolver e aperfeiçoar uma atividade instrumental/orquestral, individual e coletiva, de forma regular e orientada.

Para além da atividade orquestral que realiza ao longo do ano, a OCPP promove e apoia a realização de diferentes projetos de música de câmara, de número e geometria instrumental variável, com os seus instrumentistas — os Solistas da OCPP.

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar