Entrada > Notícias > Já existe uma rede de voluntariado no Ensino Superior

Já existe uma rede de voluntariado no Ensino Superior

Presidência

O Politécnico do Porto é membro fundador da Rede de Voluntariado no Ensino Superior, a R-VES


O Politécnico do Porto e mais 14 politécnicos e universidades de todo o país reuniram-se no Auditório Teresa Gamito da Universidade do Algarve (UALG), com o objetivo de formalizarem uma Rede de Voluntariado no Ensino Superior (R-VES). A assinatura do protocolo decorreu no dia 18 de outubro, durante o 1.º Simpósio Internacional de Voluntariado no Ensino Superior, organizado pelo Grupo de Voluntariado da UALG. 

Esta rede tem como objetivo promover a coordenação e articulação entre as Instituições de Ensino Superior (IES) para a partilha de boas práticas no âmbito da promoção do voluntariado, nas vertentes da investigação, intervenção e disseminação a nível nacional e internacional, contribuindo para a afirmação de Portugal como uma referência neste âmbito.

No contexto do ensino superior em Portugal, a promoção e a prática do voluntariado são ainda uma realidade recente, existindo muitas oportunidades de aprendizagem e desenvolvimento nesta área. E porque cada vez mais as organizações e as IES são chamadas a colaborar e a concretizar o compromisso com a comunidade que servem, determinou-se a necessidade de promover o diálogo efetivo entre os diversos grupos de voluntariado sediados em IES, criando uma rede que que constitua um espaço de partilha de experiências e práticas de organização, e um modelo de objetivos, metas e colaborações para o futuro.

Além do Politécnico do Porto, representado no simpósio por Rosa Maria Rocha, pró-presidente para a Responsabilidade Social, integram atualmente a Rede de Voluntariado no Ensino Superior a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, o Instituto Politécnico de Beja, o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, o Instituto Politécnico de Leiria, o Instituto Politécnico de Portalegre, o Instituto Politécnico de Santarém, o Instituto Politécnico de Tomar, o Instituto Politécnico de Viana do Castelo, o Instituto Politécnico de Viseu, a Universidade do Algarve, a Universidade de Aveiro, a Universidade da Beira Interior, a Universidade Católica Portuguesa e a Universidade da Madeira.

O Politécnico do Porto foi eleito membro efetivo da Comissão de Coordenadora, em reunião que teve lugar logo após a assinatura do protocolo e em que foram definidas algumas ações a desenvolver até ao final do ano de 2020.

Para a coordenadora do Grupo de Voluntariado da UALG e promotora desta iniciativa, Cátia Martins, falar de voluntariado é falar de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e das moções estratégicas das IES. “Estamos a trabalhar na formação de futuros profissionais e o voluntariado é uma área privilegiada, que permite desenvolver competências transversais e poderá ser uma mais-valia na integração do mercado de trabalho.”

Estas são ideias chaves no seio da missão do P.PORTO que, enquanto campus socialmente responsável preconiza a integração das preocupações da Responsabilidade Social, de forma transversal na estratégia e planificação, nomeadamente através do voluntariado e outras políticas participativas transparentes, éticas, de promoção dos direitos humanos e inclusão social.

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar