Entrada > Um de Nós > Um de Nós | Rita Tavares

Um de Nós | Rita Tavares

ESMAE

Natural do Porto, Rita Tavares frequente o 2º ano da licenciatura em Teatro, Variante Direção de Cena e Produção, na ESMAE, escola de Artes do Politécnico do Porto


Porque escolheste a ESMAE?
Escolhi a ESMAE por ser um dos exemplos de ensino superior público do país com o meu curso e por marcar tanto, a nível pessoal e profissional, toda a gente que conhecia e que estudava lá.

Quais as atividades a que te dedicas além dos estudos?
Gosto de passar tempo de qualidade com a minha família, namorado e amigos, gosto de tomar pequenos-almoços demorados, de cozinhar para a minha família e de passear pelo Porto.  Quando me vejo sozinha passo horas a organizar as minhas agendas e os materiais escolares e vejo alguns documentários e series sobre maternidade e relações humanas.

Como recordas os primeiros dias na Escola?
Os primeiros dias na ESMAE foram estranhos. Um misto que “ok, isto está mesmo acontecer!” com “meu deus, tanta novidade para digerir”. 

Uma ideia ou conselho para quem vai agora chegar à tua Escola?
Sejam disponíveis, atentos e acima de tudo curiosos. Nunca percam a vossa voz.

 Para ti qual o lugar mais especial desta escola?
A esplanada do café concerto. Aquele solzinho a bater na cara e as conversas mais inesperada e sem nexo.

 Conta-nos um episódio marcante
A minha primeira direta na ESMAE, mais especificamente na 4.16, a fazer     um trabalho do Samuel Guimarães. Acho que foi aí que me apercebi onde me tinha acabado de meter.

O que torna a tua Escola única?
A arte a acontecer ao minuto, a relação próxima entre toda a gente que lá habita, a escola que não dorme.

Como te vês daqui a 20 anos?
Daqui a 20 anos, com 40 anos, vejo-me com 3 filhos, casada e com uma vida estável. A nível profissional acredito que esteja a trabalhar na área e já tenha feito a produção do Festival Nos Primavera Sound.


A rubrica  
Um de Nós representa um espaço de partilha de experiências, ideias, histórias, e projetos, com uma breve entrevista a estudantes, docentes e não-docentes. É nossa convicção que cada Escola guarda — nos seus bastidores, salas, corredores e gabinetes — muitos rostos e talentos.  Queremos ser a voz de cada um de nós porque as grandes histórias por vezes estão mais próximas do que imaginamos

 

 

 

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar