Entrada > Um de Nós > Um de Nós | Henrique Queirós

Um de Nós | Henrique Queirós

ESMAD

Natural do Porto e estudante da ESMAD, escola de Media e Design do Politécnico do Porto, Henrique Queirós frequentou a Escola Artística Soares dos Reis com especialização na área de Vídeo.


PORQUE ESCOLHESTE A ESMAD?
O curso de TCAV na Escola Superior de Media Artes e Design (ESMAD) era o que mais se enquadrava no que pretendia seguir, pois permitia-me estudar fotografia e cinema.

QUAIS AS ATIVIDADES A QUE TE DEDICAS ALÉM DOS ESTUDOS?
Para além de pequenos trabalhos inseridos na área do audiovisual, gosto de ver filmes, tirar fotografias, passear e estar com amigos.

COMO RECORDAS OS PRIMEIROS DIAS NA ESCOLA?
Recordo-me de me sentir um pouco perdido por não conhecer quase ninguém e o ensino superior era muito diferente do secundário.

UMA IDEIA OU CONSELHO PARA QUEM VAI AGORA CHEGAR À TUA ESCOLA?
Os novos alunos devem aproveitar ao máximo o curso e aproveitar para experimentar projetos que não teriam oportunidade de fazer fora do contexto escolar.

PARA TI, QUAL O LUGAR MAIS ESPECIAL DESTA ESCOLA?
O bar. 

CONTA-NOS UM EPISÓDIO MARCANTE? 
O bar da Escola é um local onde pude viver vários episódios marcantes com os meus colegas, desde de piadas que perduraram vários meses, histórias pessoais, etc.

O QUE TORNA A TUA ESCOLA ÚNICA? 
É a única Escola pública no Porto com o curso que eu pretendia seguir e várias pessoas que eu conhecia diziam muito bem do projeto curricular.

COMO TE VÊS DAQUI A 20 ANOS?
Vejo-me a trabalhar na área que pretendo seguir, direção de fotografia, e a poder trabalhar com gente que tem tanta paixão pelo cinema como eu.


A rubrica  
Um de Nós representa um espaço de partilha de experiências, ideias, histórias, e projetos, com uma breve entrevista a estudantes, docentes e não-docentes. É nossa convicção que cada Escola guarda — nos seus bastidores, salas, corredores e gabinetes — muitos rostos e talentos.  Queremos ser a voz de cada um de nós porque as grandes histórias por vezes estão mais próximas do que imaginamos

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar