Entrada > Notícias > Isabel Pires de Lima nas Conferências do Politécnico

Isabel Pires de Lima nas Conferências do Politécnico

Presidência

Académica e ex-Ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima é a quinta oradora convidada do ciclo Conferências do Politécnico


A quinta edição das Conferências do Politécnico, Ciência, Educação, Cultura e Sociedade, iniciativa da Presidência do Politécnico do Porto, realiza-se no dia 3 de junho, às 21h30, no Palacete Araújo Porto (Auditório D. Pedro IV) da Santa Casa da Misericórdia.

Depois de Luís Portela, Isabel Pires de Lima lança um novo desafio com uma conferência subordinada ao tema Interculturalidades: Diálogo e Interpretação.

Professora Emérita da Universidade do Porto e Professora Catedrática Aposentada da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (a cujos quadros pertenceu entre 1973 e 2013) Isabel Pires de Lima é um nome incontornável da cultura em Portugal, com uma atividade intensa de produção literária, investigação e gestão cultural.

Doutorada em Literatura Portuguesa Isabel Pires de Lima destacou-se como especialista na obra de Eça de Queiroz, tendo integrado o Conselho Cultural da Fundação Eça de Queiroz. A Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea e os Estudos Queirosianos são as suas áreas de eleição, com dezenas de títulos publicados. Trabalha ainda em Estudos Interartísticos e em Literaturas Comparadas em Língua Portuguesa.

Ao longo da sua carreira, escreveu mais de cem artigos para jornais e revistas na área da crítica e dos estudos literários. Escreveu também diversos livros desde 1987, ano em que lançou As Máscaras do Desengano – Para Uma Leitura Sociológica de "Os Maias" de Eça de Queiroz. Três anos mais tarde, coordenou a obra Eça e "Os Maias" Cem Anos Depois e, em 1992, responsabilizou-se pela parte portuguesa de Lettres Européennes – Histoire de la Littérature Européene. Isabel Pires de Lima coordenou ainda obras sobre Antero de Quental e Óscar Lopes. Sobre este último, produziu um documentário que foi apresentado na Feira do Livro do Porto de 2005.

Em 1995, foi a responsável científica do Colóquio Internacional Eça de Queiroz - 150 Anos do Nascimento, que teve lugar em Sintra. No ano seguinte, desempenhou igual função no Encontro"Neorealismo/Neorealismos", que decorreu em Matosinhos Em 1998, foi comissária científica do Encontro de Literaturas Ibero-Americanas organizado pelo Instituto Camões.

Integrou o júri de diversos prémios literários, nomeadamente o da quinta edição do encontro de escritores Correntes d'Escritas realizado na Póvoa deVarzim em 2005. Ocupou cargos em diversas instituições culturais, como a Associação Portuguesa de Escritores, a Associação Internacional de Lusitanistas e a Cooperativa Artística Árvore.

Em 1999, Isabel Pires de Lima ocupou pela primeira vez um cargo político nacional, ao ser eleita deputada à Assembleia da República. Ocupou o cargo de ministra da Cultura do XVII Governo Constitucional, de 12 de março de 2005 a 29 de janeiro de 2008. É Vice-Presidente do Conselho de Administração da Fundação de Serralves e Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

Isabel Pires de Lima fecha o Ciclo Ciência, Educação, Cultura e Sociedade, iniciado em outubro de 2018, com Alexandre Quintanilha. As conferências do Politécnico continuam em outubro com a apresentação de um novo ciclo.

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar