Entrada > Ensino > CURSOS > CTeSP > ESHT > Curso Técnico Superior Profissional de Serviços de Restauração e Catering - CTeSP 2

Curso Técnico Superior Profissional de Serviços de Restauração e Catering - CTeSP 2

O Curso Técnico Superior Profissional em Serviços de Restauração e Catering visa conferir qualificação superior profissional preparando os alunos para planear, gerir e coordenar todas as operações de produção e serviço de restauração e catering, organizar, gerir e supervisionar as equipas de trabalho, executar e monitorizar a oferta do departamento de comidas e bebidas, executar tarefas de caráter técnico de cozinha e sala e articular comercialmente com os clientes e com outros intervenientes.

 

Diurno
Acreditado por: 0 em
01/10/2022

Consultar relatórios em www.a3es.pt

811 Hotelaria e restauração
Número: R/CR 153.1/2015 DE 31-03-2022
Data:
01/01/2001
N.º Despacho/Portaria: AVISO N.º 952/2016 (2.ª SÉRIE), N.º 19
Data:
05/01/2016
1º Ano
Unidade curricular Período ECTS
Introdução ao Turismo, Hotelaria e Restauração 1º Semestre 3.0
Regras e Protocolo Empresarial 1º Semestre 3.0
Língua Espanhola Aplicada 2º Semestre 4.0
Organização de Eventos de Catering 2º Semestre 5.0
Controlo de Custos na Restauração e Bebidas Anual 7.0
Gestão de Alimentos e Bebidas Anual 7.0
Higiene, Segurança Alimentar e Nutrição Anual 6.0
Língua Inglesa Aplicada Anual 7.0
Métodos Quantitativos Anual 4.0
Práticas de Cozinha e Restaurante Anual 10.0
2º Ano
Unidade curricular Período ECTS
Contabilidade Aplicada 1º Semestre 5.0
Empreendedorismo 1º Semestre 4.0
Gestão de Recursos Humanos 1º Semestre 4.0
Legislação Hoteleira 1º Semestre 3.0
Língua Francesa Aplicada 1º Semestre 5.0
Manutenção de Equipamentos em Hotelaria 1º Semestre 4.0
Marketing e Vendas na Restauração 1º Semestre 5.0
Estágio 2º Semestre 30.0
  • Diretor de F & B
  • Diretor de Restaurante
  • Chefe de mesa
  • Empregado(a) de mesa
  • Empregado(a) de bar
  • Empregado(a) de Room-service
  • Ecónomo.

Podem candidatar-se aos cursos técnicos superiores profissionais: Os titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente; Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-lei n.º 64/2006, de 21 de março; Os titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional.