Entrada > Ensino > CURSOS > mestrados > ESS > Mestrado em Terapia da Fala

Mestrado em Terapia da Fala

O Mestrado em Terapia da Fala foi concebido em consequência da experiência da área técnico-científica da ESS-P.Porto na formação superior de Terapeutas da Fala, desde 1981. Neste curso, de 90 ECTS (3 semestres letivos) pretende-se fomentar um perfil com aprofundamento em áreas nobres da TF sem esquecer os diversos papéis que o Terapeuta da Fala tem vindo a ser chamado a desempenhar nos vários contextos onde atualmente exerce as suas funções. De entre as várias áreas de exercício profissional do TF exploram-se três que constituem as principais áreas de investimento deste plano curricular:

- Análise e supervisão de práticas profissionais – Pretende responder às necessidades de terapeutas da fala com mais anos de experiência profissional, que colaboram na formação de jovens profissionais;

- Práticas avançadas em Fala – Pretende integrar os conhecimentos mais atuais na área da fala, considerando as evoluções da profissão ao nível da motricidade orofacial, voz e articulação verbal;

- Práticas avançadas em Comunicação e Linguagem – Pretende-se aprofundar métodos de análise integrada da comunicação e linguagem, bem como de competências de intervenção na área da perturbação específica de linguagem.

A filosofia de formação da ESS foi valorizada neste plano de estudos, havendo um claro investimento nas práticas centradas na pessoa e na família e procurando reforçar os paradigmas defendidos pela Organização Mundial de Saúde. O plano apresentado é ainda caracterizado por uma forte componente versátil, sendo possível aos estudantes selecionar entre diversas unidades curriculares de nível pós-graduação existentes na ESS, permitindo um investimento em áreas relacionadas com a gestão, o empreendedorismo e a inovação.

A investigação é um elemento transversal aos 3 semestres, culminando com o desenvolvimento de uma dissertação, um relatório de estágio ou um projetos de investigação-ação que permita refletir sobre práticas atuais e promover práticas inovadoras.

 

Diurno
Acreditado por: 6 anos em
01/08/2017

Consultar relatórios em www.a3es.pt

726 - Terapia e reabilitação
Número: R/A-Cr 99/2017
Data:
11/08/2017
N.º Despacho/Portaria: DESPACHO N.º 8292/2017
Data:
21/09/2017
1º Ano
Unidade curricular Período ECTS
Construção e Validação de Instrumentos Anual 5.0
Práticas Centradas na Pessoa e na Família Anual 12.0
Metodologias de Investigação Anual 10.0
Optativa B Anual 15.0
Optativa A - Práticas Avançadas em Comunicação e Linguagem Anual 18.0
2º Ano
Unidade curricular Período ECTS
Projeto/dissertação/relatório de Estágio Anual 30.0
  • Os Terapeutas da Fala com Mestrado nesta área serão capazes de realizar atividade reflexiva de elevado nível de competência e baseada em evidência científica numa das três áreas: Supervisão em práticas profissionais, Comunicação e Linguagem, ou Fala; e desenvolver investigação de forma a fundamentar de forma sustentada as suas práticas profissionais e/ou a desenvolver projetos inovadores na área.
  •  
  • Dependendo das unidades optativas selecionadas estarão ainda aptos a participar em processos de planeamento e gestão, ou a interagir de forma mais conhecedora com outras áreas profissionais no ramo da saúde.
  •  
  • Por estes motivos, apesar de o ingresso na profissão ser feito com o nível de Licenciatura, o mestre em Terapia da Fala, pela sua diferenciação, será uma mais valia para diversos contextos de trabalho, nomeadamente:
  • - Hospitais Públicos e Privados;
  • - Centros de Saúde;
  • - Clínicas Privadas;
  • - Instituições Sociais;
  • - Creches, Jardins de Infância e Colégios;
  • - Escolas Básicas e Unidades de Referenciação de Multideficiência, Autismo e Surdez;
  • - Empresas;
  • - Lares;
  • - Centros de Reabilitação;
  • - Unidades de Cuidados Continuados ou Cuidados Paliativos.

Destinatários:

Titulares do grau de licenciado em Terapia da Fala ou equivalente legal;

Titulares de um grau académico superior estrangeiro na área da Terapia da Fala conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;

Titulares de um grau académico superior estrangeiro na área da Terapia da Fala que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Técnico-Científico da ESS-P.Porto;

Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional na área da Terapia da Fala, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Técnico-Científico da ESS-P.Porto.