Entrada > Ensino > CURSOS > licenciaturas > ISEP > Licenciatura em Engenharia Mecânica

Licenciatura em Engenharia Mecânica

Licenciatura: 3 anos ( 180 unidades ECTS ) A engenharia mecânica dedica-se à transformação de energia em movimento. Está presente em todas as soluções de mobilidade e transporte, mas também trabalha com novos materiais, gestão industrial, produção energética e na construção de infraestruturas, desenvolvendo soluções de inovação tecnológica para a competitividade das organizações e o bem-estar humano. Com a licenciatura em Engenharia Mecânica, o ISEP forma profissionais capazes de aplicarem princípios da física e das ciências dos materiais para analisar e resolver problemas de conceção, implementação e manutenção de processos e produtos mecânicos e térmicos. Cruzando componentes tecnológicas e práticas com perspetivas de sustentabilidade económica e ambiental, o curso transmite uma sólida formação em ciências de base (matemática, física, materiais e desenho técnico) e conhecimentos específicos de construções mecânicas, fluídos e calor, gestão industrial e materiais e processos de fabrico. O plano de estudos contempla ainda competências transversais e promove a realização de trabalhos práticos semestralmente, de modo a aplicar conhecimentos e apoiar capacidades de trabalho autónomo e em equipa. Nos últimos anos, os finalistas da licenciatura em Engenharia Mecânica apresentaram estudos sobre linhas de produção industrial, sistemas de aquecimento e ventilação de naves fabris, máquinas de corte e transportadores telescópicos para peças plásticas, entre outros exemplos. Grau conferido Licenciado/a em Engenharia Mecânica Horários Os estudantes podem optar por frequentar o curso em horários diurnos ou pós-laborais e em regime integral ou parcial. Continuidade de estudos no ISEP Mestrado em Engenharia Mecânica

 

diurno-horario-pos-laboral
Acreditado por: 2/9/2018 em
09/02/2015

Consultar relatórios em www.a3es.pt

Número: 9123
Data:
01/01/2001
N.º Despacho/Portaria: 0
Data:
04/09/2015
1º Ano
Unidade curricular Período ECTS
Álgebra Linear e Geometria Analítica 1º Semestre
Algoritmia e Programação 1º Semestre
Ciência dos Materiais 1º Semestre
Desenho Geral 1º Semestre
Física Aplicada 1º Semestre
Introdução à Engenharia I 1º Semestre
Desenho Técnico 2º Semestre
Física 2º Semestre
Introdução à Engenharia II 2º Semestre
Matemática I 2º Semestre
Materiais Metálicos 2º Semestre
Mecânica I 2º Semestre
2º Ano
Unidade curricular Período ECTS
Conceção e Fabrico Assistido por Computador 1º Semestre
Electricidade e Máquinas Eléctricas 1º Semestre
Matemática II 1º Semestre
Materiais Não Metálicos 1º Semestre
Mecânica II 1º Semestre
Termodinâmica 1º Semestre
Anteprojecto 2º Semestre
Electrónica 2º Semestre
Estatística 2º Semestre
Mecânica dos Fluidos 2º Semestre
Mecânica dos Materiais 2º Semestre
Processos de Fabrico I 2º Semestre
3º Ano
Unidade curricular Período ECTS
Automação I 1º Semestre
Organização Industrial I 1º Semestre
Órgãos de Máquinas 1º Semestre
Processos de Fabrico II 1º Semestre
Projecto I 1º Semestre
Transferência de Calor 1º Semestre
Automação II 2º Semestre
Máquinas de Fluxo 2º Semestre
Máquinas Térmicas 2º Semestre
Organização Industrial II 2º Semestre
Projeto/Estágio 2º Semestre
  • As licenciaturas ISEP desenvolvem competências e conhecimentos técnicos, científicos e culturais com vista à inovação e exercício profissional, de acordo com o nível 6 do Quadro Nacional de Qualificações . Os diplomados podem assim ingressar no mercado de trabalho ao fim de três anos e solicitar a sua admissão à Ordem dos Engenheiros ou à Ordem dos Engenheiros Técnicos . Os licenciados ISEP têm vaga assegurada no respetivo mestrado, no ano seguinte à conclusão do curso. PErspetivas de carreira Os licenciados em Engenharia Mecânica poderão desenvolver atividades ao nível de projeto, conceção e manutenção de máquinas e equipamentos
  • controlo de processos e sistemas mecânicos e térmicos
  • gestão de operações
  • logística
  • qualidade industrial
  • ambiente e segurança
  • entre outras oportunidades. Nos últimos anos, diplomados do ISEP iniciaram a sua carreira em empresas dedicadas à metalomecânica
  • construções mecânicas
  • energia
  • ramo automóvel
  • aeronáutica
  • transportes
  • setor farmacêutico
  • indústria dos moldes
  • têxtil
  • agroalimentar
  • e organizações dedicadas à investigação e consultoria.

O acesso ao ensino superior público é coordenado pela Direção-Geral do Ensino Superior e pode realizar-se através das seguintes modalidades: Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior; Concursos Locais; Regimes Especiais; Concursos Especiais; Reingresso; Mudança de Curso e Transferência.     CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 3135/9123 Licenciatura em Engenharia Mecânica (150 vagas) Exames nacionais: Física e Química (07) + Matemática A (19) Média do último colocado em 2016: 151,1   Classificações Mínimas Nota de Candidatura: 95 pontos Provas de Ingresso: 95 pontos   Fórmula de Cálculo Média do secundário (65%) + Provas de ingresso (35%)   Preferência Regional Percentagem de vagas: 50% Área de Influência: Aveiro, Braga, Bragança, Porto, Viana do Castelo, Vila Real.     OUTRAS MODALIDADES DE CANDIDATURA   O ISEP também aceita candidaturas aos seus cursos através de: • concursos especiais, incluindo      • concursos para maiores de 23 anos (M23),      • concursos para titulares de cursos médios ou superiores; • e dos concursos de mudança de curso, transferência e reingresso. O ISEP organiza um Curso Intensivo de Preparação para Realização da Prova de Matemática, para a prova de M23. Esta formação de 40 horas decorre em horário pós-laboral, entre fevereiro e abril. Inscrições: www.isep.ipp.pt/m23 . PROPINAS €950/ano  Possibilidade de pagamento faseado e de frequência em regime parcial (€630,50/ano em regime parcial). Para mais informações sobre datas e requisitos de candidatura, por favor consulte a Direção-Geral do Ensino Superior ( www.dges.mctes.pt ) ou contacte a nossa Divisão Académica: info-sa@isep.ipp.pt / +351228340500 . BOLSAS DE ESTUDO

A informação disponibilizada nesta página não dispensa a consulta do Website de acesso ao ensino superior do Ministério da Ciência e Educação - www.dges.mctes.pt/DGES/pt/Estudantes/Acesso/