Entrada > UM DE NÓS > Um de Nós | Isabel Ardions

Um de Nós | Isabel Ardions

ISCAP

Nascida no Porto, Isabel Ardions é Docente de Assessoria e Comunicação Organizacional na escola de Ciências Empresariais do Politécnico do Porto.


QUANDO COMEÇOU A SUA LIGAÇÃO À ESCOLA?
A minha ligação ao ISCAP começou no ano letivo de 1980/81, como aluna, pois sou formada pelo ISCAP em Línguas e Secretariado, ramo Secretariado de Gestão. Em 1986, após concurso fui contratada como Professora Assistente do 1º trienio.

COMO RECORDA OS PRIMEIROS TEMPOS NA INSTITUIÇÃO?
Como aluna, as velhinhas e belas  instalações na Rua Entreparedes  e o cheirinho a bolachas da Fábrica vizinha. A camaradagem entre estudantes, funcionários e professores.
Mais tarde como docente, foi um voltar a "casa". Lembro um sentimento diferente, pois muitos dos meus colegas tinham sido meus professores. Mas, rapidamente, me fizeram sentir que esta era a minha segunda casa.

O QUE TORNA O TEU TRABALHO ESPECIAL?
Poder partilhar ideias, crescer e ajudar a crescer em conhecimento. Estar em permanente aprendizagem e colaborar na construção de um ambiente emocional e profissionalmente positivo.

O QUE TORNA ESTA ESCOLA ÚNICA?
O sentimento de pertença, as ligações entre corpo docente, discente e não docente. O poder da mudança. O facto de ser a "minha".

O QUE MAIS MUDOU NESTES ÚLTIMOS ANOS?
A sua dimensão; o volume de trabalho; a velocidade inerente ao desenvolvimento de uma sociedade global  e o seu impacto na necessidade de uma permanente atualização e adaptação à mudança.

APRESENTE UM EPISÓDIO MARCANTE?
A mudança para as novas instalações em S. Mamede de Infesta e o correspondente aumento do número de estudantes.

UMA IDEIA PARA O FUTURO?
O reconhecimento internacional da qualidade da instituição ISCAP.

 

A rubrica Um de Nós representa um espaço de partilha de experiências, ideias, histórias, e projetos, com uma breve entrevista a estudantes, docentes e não-docentes. É nossa convicção que cada Escola guarda — nos seus bastidores, salas, corredores e gabinetes — muitos rostos e talentos. Queremos ser a voz de cada um de nós porque as grandes histórias por vezes estão mais próximas do que imaginamos.

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar