Entrada > Ensino > CURSOS > Sem grau > ISEP > Pós-Graduação em Conservação e Reabilitação de Infraestruturas Rodoviárias e Hidráulicas

Pós-Graduação em Conservação e Reabilitação de Infraestruturas Rodoviárias e Hidráulicas

Pós-graduação: 112 horas / 14 semanas letivas (18 unidades ECTS)

Atualmente a Rede Rodoviária Nacional é uma das mais completas a nível europeu, com uma rede alargada de Estradas Nacionais, Itinerários Principais, Complementares e também Estradas Municipais pelo que a construção de novas infraestruturas deixou de ser uma prioridade.

 

Uma vez que a construção de novas rodovias deixou de ser a principal estratégia, é unânime que os trabalhos a executar nos próximos anos focar-se-ão na Conservação e Reabilitação de Infraestruturas Rodoviárias, com grande enfoque nos Pavimentos, Hidráulica, Sinalização e Geotecnia. As condições funcionais e estruturais de uma rodovia vão-se deteriorando, sendo necessário intervir no momento certo, para evitar, posteriormente, grandes investimentos para repor as condições iniciais.

 

É neste sentido que a Conservação e Reabilitação assume um papel fundamental na gestão das rodovias, procurando prolongar ao máximo o período de vida útil da Infraestrutura. No entanto, muitas vezes intervém-se já numa fase muito evoluída de degradações, sendo necessário reabilitar as Vias de Comunicação, envolvendo custos significativos, quando comparados com os custos da conservação.

 

Neste curso avançado, os formandos terão oportunidade de aprender as diferentes técnicas de Reabilitação e Conservação, como efetuar diagnósticos com tecnologia avançada, quais os ensaios a realizar e como interpretá-los, utilização de novos materiais e reciclados, entre outros.

 

O curso conta com a participação e colaboração de parceiros importantes na área das Infraestruturas, através de profissionais altamente qualificados, com grande experiência na área em causa, assim como através de empresas chave que estão no mercado, desenvolvendo tecnologia e aplicando as inovações.

 

Esta formação apresenta módulos específicos para cada área relevante da Conservação e Reabilitação, procurando identificar e solucionar os problemas, destacando os principais procedimentos de gestão patrimonial de infraestruturas de pavimentos, hidráulica, sinalização e geotecnia rodoviária.

 

Os formandos terão a oportunidade de aprender, num contexto interligado, as técnicas mais avançadas de Conservação e Reabilitação de Infraestruturas Rodoviárias e Hidráulicas, permitindo assim alargar os conhecimentos e pô-los em prática num futuro próximo direcionado para a Conservação e Reabilitação.

 

Horário pós-laboral Terças e quartas-feiras, entre as 18:00-22:30

De 29 de Março a 29 de Junho de 2016

 

Apoios

MOTA-ENGIL, INTEVIAL, CEPSA, CICCOPN, S&P Reinforcement, LYNX Engineers, ATIC, Pure Technologies, SISTIMETRA, LIMPACANAL, INSIDEPIPE, Infraestruturas de Portugal, TERRACELL, TECNASOL (grupo ELEVO).

 

 

Diurno
Número: 0
Data:
01/01/2001
N.º Despacho/Portaria: Extrato nº2 ata nº9/2015 ctc
Data:
07/10/2015
Unidade Ano Período
Manutenção e Estabilização de Muros, Taludes e Aterros Rodoviários 1 2º Semestre
Metodologias de Reabilitação / Conservação de pavimentos Rodoviários 1 2º Semestre
Procedimentos de Manutenção e Reabilitação de Drenagem Rodoviária em Meio Rural 1 2º Semestre
Procedimentos para Reabilitação de Infraestruturas Hidráulicas Enterradas em Meio Urbano 1 2º Semestre
Técnicas de Reabilitação / Renovação de Equipamentos de Sinalização e Segurança Rodoviária 1 2º Semestre

Destinatários   Este curso destina-se a técnicos/profissionais de Engenharia Civil ou áreas afins, fundamentalmente da área das Infraestruturas Rodoviárias e Hidráulicas. É dirigido a profissionais, desde a componente técnica até à gestão de património, como por exemplo, projetistas, diretores de obra, técnicos e quadros institucionais, câmaras municipais, entre outros.   Os candidatos deverão ser detentores de diploma de bacharelato, licenciatura ou mestrado na área científica de Engenharia Civil.   O júri poderá propor ao Conselho Técnico-científico, a admissão de candidatos titulares de outras licenciaturas ou bacharelatos desde que o respetivo currículo demonstre uma preparação científico/profissional adequada ao curso.     Propinas   Valor: 975 €   Condições especiais: - Membros da Ordem dos Engenheiros e Ordem de Engenheiros Técnicos: 875€ - Diplomados do ISEP: 850€