Entrada > Ensino > CURSOS > pós-graduações > ESS > Pós Graduação em Fisiot. na Insuficiência Respiratória Crónica e Aguda

Pós Graduação em Fisiot. na Insuficiência Respiratória Crónica e Aguda

Esta Pós-Graduação tem como objetivo habilitar os graduados a:

Consolidar as competências adquiridas na intervenção em pacientes críticos e pacientes crónicos.

Atualizar o conhecimento em novos protocolos de intervenção respiratória na insuficiência respiratória aguda e cronica.

Avaliar e analisa estratégias de fisioterapia respiratória para a disfunção respiratória em pacientes agudos e crónicos.

Analisar os achados da avaliação para determinar as capacidades do doente com insuficiência respiratória aguda e cronica.

Compreender as ciências biológicas, físicas e comportamentais que suportam a insuficiência respiratória aguda e cronica.

Analisar e avalia criticamente a evidência de ventilação mecânica não invasiva (VMNI) e critérios de eficácia e insucesso.

Analisar, desenvolver e compreender diferentes modelos de intervenção em fisioterapia na insuficiência respiratória aguda e crónica.

Contribuir para o desenvolvimento da fisioterapia respiratória na área da insuficiência respiratória aguda e cronica, através da criação/implementação/ divulgação de novo conhecimento e novas práticas;

Analisar as características psicométricas de diferentes medidas e instrumentos de avaliação na área da insuficiência respiratória aguda e cronica.

 

Diurno
Acreditado por: Acreditado preliminarmente em
Área CNAEF:

Consultar relatórios em www.a3es.pt

Unidade Ano Período
Principios e Evidências em Insuficiência Respiratória Aguda 1 1º Semestre
Principios e Evidências em Insuficiência Respiratória Crónica 1 1º Semestre
Não aplicável

Destinatários:

Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal, de cursos das áreas da Saúde, ou de áreas afins;

Titulares de um grau académico superior estrangeiro, nas áreas da saúde ou de áreas afins, conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;

Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Técnico¬-Científico da ESTSP;

Detentores de um currículo escolar, científico e profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Técnico¬-Científico da ESTSP

A informação disponibilizada nesta página não dispensa a consulta do Website de acesso ao ensino superior do Ministério da Ciência e Educação - http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt/Estudantes/Acesso/